Postagem em destaque

Controle PID de Potência em Corrente Alternada - Arduino e TRIAC - Parte I

Este post é o primeiro de uma série de seis que escrevi tratando de controle de potência e PID (controle proporcional, integral e derivativo...

domingo, 1 de dezembro de 2013

Automação no Parque, 30/11/2013

Ontem tivemos mais um de nossos Automação no Parque.

Como sempre acontece no fim do ano (já é nosso terceiro fim de ano, o Automação no Parque começou ali por novembro de 2011) o nosso evento fica melhor. Como vários projetos de alunos que apoiamos durante o ano vão ficando prontos, e o prazo vai-se esgotando, a turma aparece em peso .

Nesse sábado tivemos também os alunos do Projeto Decolar que são apoiados pelo Automação no Parque, que fizeram atividades em outro local durante o semestre mas ontem se juntaram a nós nos trabalhos do sabadão.

Por fim, tivemos a ilustríssima presença do amigo Luciano Ramalho, um guru de programação já com suas décadas de estrada em TI e educação, uma das maiores autoridades em Pyton do Brasil. Nos conhecemos no TDC 2013 e trocamos ideia sobre nosso trabalho por lá. Ele participou de um evento em SJC na sexta e resolveu ficar no sábado para conhecer as nossas iniciativas nerdísticas, Automação no Parque e o Hacker Clube SJC.

Abaixo, imagens das atividades de ontem:

Esse é um TCC muito interessante, que usa Computação Visual. A ideia é fotografar, com uma webcam, uma garrafa de Coca de 600 ml, e em seguida usar a foto para descobrir se o nível da foto está dentro do padrão determinado.

Usamos a biblioteca Open CV para processar a imagem, intensificando os contrastes de maneira a identificar o nível do refri na garrafa.

Como vcs podem ver na foto ao lado, foi feita uma plataforma onde está presa a webcam e tem uma marcação para colocação da garrafa. Foi colocado um anteparo (fundo) branco para aumentar o contraste entre o líquido e a parte vazia da garrafa. Abaixo vcs podem ver vídeos do processamento da foto:





Um projeto que esteve no Parque durante semanas foi esse, que implementa duas maneiras distintas de se abrir uma porta: uma com o uso de reconhecimento de voz (a pessoa fala uma palavra chave para abrir a fechadura da porta, outra para fechar) e também com uma sequencia de toques (batida) na porta.

Ao lado, mecanismo construído pelo aluno. Essa maquininha vai presa à porta. Ela é composta por:

- um Arduino
- um break de comando de voz (similar  a esse)
- um sensor tipo piezo (na realidade um buzzer ligado "ao contrário", quer dizer, um buzzer colado à porta para sentir as batidas e gerar um pulso elétrico a partir delas)
- um motor CC com uma redução para dar bastante torque, de modo a conseguir acionar a fechadura
- uma ponte H para comandar o motor.


Ao lado, detalhe do buzzer colado na madeira.

Abaixo, vídeo do acionamento por voz funcionando. O acionamento por voz foi a parte fácil, já que o break é que compara a palavra dita com um pequeno banco de palavras previamente armazenado. Se bateu com algum comando, ele retorna um número correspondente.

Já a sensibilidade ao toque é feita inteiramente pelo Arduino, processando o sinal enviado pelo buzzer. Dia desses escrevo um post a respeito, mas nesse link vcs tem já um projeto semelhante, no qual este se baseou.


Outro projeto legal que andou por lá foi um de uma grua para movimentação de peças baseadas em suas cores.

Esse projeto ainda está com a parte mecânica sendo feita ainda, de modo que voltaremos a ele quando estiver mais pronto.











O Luciano, com a generosidade que é própria daqueles que sabem, resolveu contemplar os presentes com uma keynote a respeito da tabela ASCII e outras formas de se representar caracteres dos diversos idiomas nos computadores. Inspirado pelo sucesso que a prosa dele fez, me ocorreu introduzir algumas palestras nos nossos encontros sabáticos, a partir de 2014.



Observem que a criançada do Decolar colou no nosso visitante ilustre.













Resumindo: um sábado "daqueles", foi o que tivemos no Parque Santos Dumont. Fui-me embora às 12:30 porque tinha um compromisso mas a galera ficou por lá, se divertindo.

Semana que vem teremos a despedida do semestre da criançada do Decolar, com direito a demo dos projetos que eles fizeram no ano. Aí vou fazer um balanço geral do que foi o nosso Automação no Parque em 2013.