Postagem em destaque

Controle PID de Potência em Corrente Alternada - Arduino e TRIAC - Parte I

Este post é o primeiro de uma série de seis que escrevi tratando de controle de potência e PID (controle proporcional, integral e derivativo...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Porque existem displays de anodo comum?



Eu sempre me perguntei porque a maioria dos displays com os quais trabalhei são anodo comum e não catodo comum. Para quem não sabe, anodo é o terminal positivo e catodo o negativo. Na minha cabeça fazia mais sentido o catodo comum, quer dizer, o terra comum . Assim, quando eu quisesse ligar um segmento, era só mandar 5V para o pino correspondente e o bicho acenderia. No caso do anodo comum é o contrário, ou seja, +5V para desligar o LED.


Não que isso faça alguma diferença, tanto faz ligar com +5V ou 0V, mas não é esquisito?

Acima, um esquema de display com anodo comum.

Bom, aí resolvi investigar e descobri porque usa-se o anodo comum: é que os CIs de controle, para serem pequenos, tem capacidade de fornecer apenas alguns miliamperes de corrente por pino. Porém esses mesmos CIs tem a capacidade de "aterrar" 20+ mA por pino, ou seja, se o display for anodo comum exige-se menos do CI, e pode-se usar uma corrente por segmento maior => maior brilho.

Sacou?